segunda-feira, 30 de maio de 2016

Tesouros de cidades egípcias submersas vão para exposição


Os tesouros descobertos no mar Mediterrâneo mostram que ao dominarem o Egito, os antigos gregos sabiam como conquistar corações e mentes.

Uma exposição organizada em colaboração com o Ministério de Antiguidades do Egito mostra os tesouros encontrados nas escavações nos anos 1990.

Em algum momento, talvez no século VIII d.C., devido aos terremotos, inundações e ao afundamento gradual da terra, a costa do Egito em Alexandria e em direção ao delta do Nilo submergiu nas ondas do mar Mediterrâneo. As referências nos antigos textos gregos e egípcios às cidades e aos templos ao longo dessa costa foram tudo que restaram deles.

Mas em 1933 um piloto da Royal Air Force, que sobrevoava a baía de Aboukir a leste de Alexandria, pensou ter visto algo no mar. O piloto mencionou sua impressão ao príncipe Omar Toussoun, um estudioso egípcio que, em seguida, encontrou peças de mármore e colunas de granito vermelho a uma distância de 2 km da costa. 

Por fim, havia uma prova concreta da existência das cidades e templos. As guerras impediram que as pesquisas continuassem, porém a partir da década de 1960 equipes de arqueólogos têm mapeado e escavado um mundo greco-egípcio submerso perto de Alexandria, a cidade fundada por Alexandre, o Grande após ter conquistado o Egito dos persas em 332 a.C.

Agora, pela primeira vez, uma exposição organizada em colaboração com o Ministério de Antiguidades do Egito mostra os tesouros encontrados nas escavações nos anos 1990 por uma equipe chefiada pelo arqueólogo Franck Goddio, fundador do Institut Européen d’Archéologie Sous-Marine (IEASM). 

Com o uso de uma nova tecnologia de ressonância magnética nuclear, Goddio localizou mais duas cidades submersas, Canopus e Thonis-Heracleion, perto do afluente ocidental do delta do Nilo. As cidades foram fundadas no século VII a.C., bem antes de  Alexandria, e as escavações acrescentaram informações aos relatos dos registros históricos a respeito da extensa troca comercial e religiosa entre o Egito e o resto das cidades e das nações do Mediterrâneo oriental, no primeiro milênio a.C.

Algumas dessas informações surgiram durante as escavações em Náucratis, uma cidade portuária e um entreposto comercial com o resto do Egito, situada acima de Canopus e de Thonis-Heracleion.

 Heródoto, um historiador do século V a.C., relatou que no século anterior o rei egípcio Amasis havia concedido privilégios especiais aos comerciantes e marinheiros gregos em  Náucratis, permitindo-lhes construir santuários em homenagem aos seus deuses na cidade. Náucratis, uma cidade que não submergiu, tem sido extensivamente pesquisada desde que dois arqueólogos ingleses, Flinders Petrie e David Hogarth, começaram a fazer escavações no local a partir da década de 1880.

Comente este artigo.




sábado, 28 de maio de 2016

O fim da linha para os antibióticos?


Bactéria resistente a 'superantibiótico' pode significar o fim da linha para este tipo de medicamento.

Esta é a primeira vez que esta estirpe resistente foi encontrada em uma pessoa nos Estados Unidos.

Pesquisadores nos EUA encontraram em uma paciente americana uma bactéria resistente ao antibiótico mais eficiente para tipos particularmente perigosos de superbactérias. A informação foi alarmante no país porque isto pode significar o fim da linha para os antibióticos.

A cepa resistente ao antibiótico foi encontrada na urina de uma mulher da Pensilvânia, de 49 anos, no mês passado. De acordo com um estudo publicado no Antimicrobial Agents and Chemotherapy, uma publicação da Sociedade Americana de Microbiologia, a bactéria é resistente ao antibiótico colistina.

A colistina é o antibiótico mais eficiente para tipos particularmente perigosos de superbactérias, incluindo uma família de bactérias conhecidas como CRE, que autoridades de saúde têm apelidado de “bactérias pesadelo.” Em alguns casos, essas superbactérias matariam até 50% dos pacientes que são infectados.

Esta é a primeira vez que encontram esta estirpe em uma pessoa nos Estados Unidos. Em novembro, funcionários da saúde pública em todo o mundo reagiram com alarde quando pesquisadores chineses e britânicos relataram encontrar esta estirpe em suínos e carne de porco crua, além de em um pequeno número de pessoas na China. 

A cepa mortal foi descoberta mais tarde na Europa e em outros lugares.

Agora, os funcionários dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) estão trabalhando com as autoridades de saúde de Pensilvânia para entrevistar a paciente e a sua família para identificar como ela pode ter contraído a bactéria. 

Além disso, é preciso averiguar se mais alguém de sua família também apresenta a bactéria.

Já faz tempo que cientistas e autoridades de saúde pública têm avisado que, se as bactérias resistentes continuarem a se espalhar, as opções de tratamento poderiam ser seriamente limitadas. Infecções menores poderiam tornar-se fatais.


Comente este artigo.


quinta-feira, 26 de maio de 2016

Fones de ouvido inteligente garantem traduzir línguas em tempo real


Empresa afirma que os fones funcionam mesmo sem conexão com a internet

Sabe aquela dificuldade de se comunicar com pessoas falantes de línguas diferentes da sua? Pois é, esse problema pode estar perto do fim. Uma startup norte-americana promete lançar um par de fones de ouvido inteligentes.
O produto recebeu o nome “Pilot” e se assemelha aos fones de ouvido que funcionam via bluetooth. A empresa afirma que o Pilot poderá traduzir outras línguas em tempo real, mesmo sem conexão com a internet.
O vídeo de divulgação permite deduzir que os fones de ouvido funcionam com auxílio de um aplicativo. A princípio, o Pilot vai ter suporte para os idiomas: inglês, francês, italiano e espanhol. A startup pretende espandir para o hindi e árabe.
A previsão de lançamento é para este ano, mas ainda sem data definida. A Waverly Labs, desenvolvedora do Pilot, fará financiamento pelo Indiegogo em breve.
O preço do produto final foi estipulado pelo ScienceAlert entre 250 e 300 dólares, mas quem apoiar o projeto no financiamento coletivo poderá adquirir o par de fones por 130 dólares.
Comente este artigo.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Idosa é proibida de se casar com homem por ele ser 50 anos mais novo que ela


Tribunal alegou que homem estaria se aproveitando da idosa para conseguir passaporte.

Uma idosa de 71 anos foi proibida pelo Tribunal de Vaud, na Suíça, de se casar com um homem por ele ser 50 anos mais novo do que ela. De acordo com o jornal britânico, The Independent, a corte alegou que o rapaz, da Tunísia, estava tentando se aproveitar da mulher para conseguir um passaporte suíço.
Em entrevista ao jornal “20 minutes”, a idosa afirmou que conheceu o jovem há três anos pela internet e que, em agosto de 2015, foi até a Tunísia para conhecê-lo. Ela disse eles passaram cinco dias juntos e já formalizaram o pedido de casamento na embaixada suíça.
“Nós gostamos das mesmas coisas. Tivemos uma conexão imediata. Ele [rapaz] me levou para a casa dele, onde nós dividimos um quarto. Ele não queria que eu me fosse, eu não queria ir. Ele me chamava de ‘minha vida’. Não consigo viver sem ele”, afirmou a mulher.
O rapaz disse ao mesmo jornal, que se sentiu desapontado com a decisão do tribunal. “A diferença de idade não é problema, pois não quero ter filhos. Eu a amo e quero viver com ela”, lamentou.
A idosa informou que esta não é a primeira vez que ela se apaixona por um homem mais novo. Em 1998, casou-se com um camaronês 13 anos mais novo, porém, a relação terminou em divórcio.
Comente este artigo.

terça-feira, 24 de maio de 2016

O que significa um alimento ‘saudável’?


Há pouco consenso em relação ao seu significado devido à pesquisa sobre nutrição extensa demais e com falhas.


Na semana passada a Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos comunicou que iria reconsiderar sua definição de alimento “saudável”. A reação da FDA é resultado de uma petição da KIND, uma empresa que a FDA proibira de usar a palavra “saudável” nas embalagens dos produtos de suas lanchonetes.

A KIND a retirou de seus pacotes, mas disse que a definição do conceito do que faz bem à saúde da FDA era absurdo. O órgão governamental de controle de alimentos e medicamentos dos EUA não só deu permissão à KIND de recolocar a palavra nas embalagens de seus produtos, como também anunciou que iria reexaminar suas regras.

Então, o que significa a palavra saudável?

Há pouco consenso em relação ao seu significado devido à pesquisa sobre nutrição extensa demais e com falhas. No conceito básico da medicina a definição é obtida por meio de um teste clínico controlado e aleatório, que serve de parâmetro para outros testes.
Na nutrição, os pesquisadores gostam de acompanhar os efeitos das dietas prolongadas e, por esse motivo, muitos estudos baseiam-se na observação. Com frequência, eles usam questionários em suas pesquisas de avaliação alimentar.

 Mas as informações obtidas são imprecisas, porque algumas pessoas não se lembram com precisão o que comeram; outras fingem que têm hábitos alimentares saudáveis.

O combate aos alimentos com alto teor de gordura foi o maior fracasso dos nutricionistas. Em 1980, o governo dos EUA publicou suas primeiras “orientações alimentares”, nas quais recomendava que os americanos comessem menos carne vermelha e manteiga.

No entanto, algumas pesquisas recentes indicaram que a gordura não era responsável por uma série de doenças atribuídas ao consumo de determinados alimentos.

 Em 2014, uma metanálise abrangente revelou que não havia relação entre o hábito de comer gorduras saturadas e a incidência de doenças cardíacas. Mas na opinião de alguns críticos as pesquisas recentes ignoraram os benefícios de uma dieta que inclui peixe e óleos vegetais na alimentação diária, e que os fundamentos das metanálises que incorporam resultados de diferentes estudos contêm erros.

Então, o que as pessoas que se preocupam com uma alimentação saudável deveriam comer? Em primeiro lugar, é preciso evitar bebidas e alimentos sem valor nutritivo, como refrigerantes e doces.

Os alimentos naturais como carne e frutas, como a maçã, um ótimo exemplo de uma fruta saudável, são escolhas melhores do que os alimentos processados, como biscoitos e sucos de maçã artificiais. Em geral, os pesquisadores especializados em alimentação e nutrição recomendam o bom senso, ou seja, as pessoas devem comer o que gostam, mas com moderação.

Fontes: 

Comente este artigo.

Você é um idiota útil? Descubra!!!


Você, petista, é apenas um idiota útil, sem menosprezo, apenas uma constatação da poderosa máquina de alienação petista em formar um exército de alienados defensores do regime e das benesses corruptas em surrupiar o patrimônio público em favor de uma casta ou cúpula petista. 

A pergunta é: você é apenas um soldado raso ou um oficial da cúpula corruPTa e incomPTente petista?
 
Na segunda opcão entenderei seu posicionamento em defender o "status quo".

Mas na primeira opção é apenas um serviçal e idiota útil obedecendo ordens cegas da cúpula petista que dita as ordens para os soldados rasos obedecerem sem contestações [um perfeito idiota útil]. Sai fora dessa vida.

 CAI FORA DO PT… 

Mãe transforma filho em Harry Potter após garotinho cortar a testa


O curioso é que o menino ficou com vergonha do machucado e não quis sair de casa.

O garotinho Ayden sofreu um pequeno corte na testa na última terça-feira, 10, após pular numa pilha de roupas. 

O curioso é que o menino ficou com vergonha do machucado e não quis sair de casa.

“Eu ficava pedindo para ver o machucado sob o band-aid e ele ficava cobrindo-o”, disse Brittaney, mãe do garoto, em entrevista ao BuzzFeed News.

Como Ayden gosta de se fantasiar, Brittaney teve uma ideia para tirar o filho de casa. “Perguntei se ele queria ser o Harry Potter e ele disse sim!", contou.

Com um pincel, a jovem mãe de 23 anos transformou o corte em um raio. Ela ainda pôs um par de óculos redondos nele para completar o visual. “Ele ficou muito feliz com a fantasia, estava muito animado", afirmou.



Comente este artigo.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Pulseira dará choque em usuário que gastar muito no Reino Unido


Caso gaste muito o usuário receberá um choque de 225 volts no pulso para que não tente comprar algo.


A empresa Intelligent Environments desenvolveu uma pulseira que dá choque no usuário sempre que ele gastar muito dinheiro.

A pulseira é baseada em uma ideia lançada em 2014, onde um dispositivo ajudava a desenvolver bons hábitos através de reforços negativos.

A ideia foi aproveitada pela empresa Environments, mas funciona em conjunto com a conta bancária de quem estiver usando a pulseira.

O usuário define um limite mínimo de saldo da sua conta e quando atingir o valor, ele receberá um choque de 225 volts no pulso para que não tente comprar.

Alguns bancos britânicos já permitem a utilização do dispositivo por seus clientes, de acordo com a empresa.

Já imaginaram isso no Brasil???


Comente este artigo.

sábado, 21 de maio de 2016

OS DESCOBRIMENTOS DO HOMEM E DA MULHER



O Homem descobriu as CORES e inventou a PINTURA, 
A Mulher descobriu a PINTURA e inventou a MAQUIAGEM.

O Homem descobriu a PALAVRA e inventou a CONVERSA, 
A Mulher descobriu a CONVERSA e inventou a FOFOCA.

O Homem descobriu o JOGO e inventou as CARTAS, 
A Mulher descobriu as CARTAS e inventou o TAROT.

O Homem descobriu a AGRICULTURA e inventou a COMIDA, 
A Mulher descobriu a COMIDA e inventou a DIETA.

O Homem descobriu os SENTIMENTOS e inventou o AMOR, 
A Mulher descobriu o AMOR e inventou o CASAMENTO.

O Homem descobriu a MULHER e inventou o SEXO,
A Mulher descobriu o SEXO e inventou a DOR DE CABEÇA.

O Homem descobriu o COMÉRCIO e inventou o DINHEIRO, 
A Mulher descobriu o DINHEIRO e aí fudeu tudo...


sexta-feira, 20 de maio de 2016

Pesquisa revela que 44% dos brasileiros não têm o hábito da leitura


Estudo também aponta que 30% dos entrevistados afirmaram nunca ter comprado um livro na vida.

A pesquisa aponta que em média o brasileiro lê 4,96 livros por ano.

Uma pesquisa realizada pelo Ibope, encomendada pelo Instituto Pró-Livro, revela que o número de leitores no Brasil aumentou em 6% entre 2011 e 2015. 

Apesar da ligeira melhora, a quantidade de brasileiros que não lê representa 44% da população do país.

A pesquisa também aponta que em média o brasileiro lê 4,96 livros por ano, sendo 0,94 deles indicados pela escola e 2,88 lidos por vontade própria. O índice aponta que do total desses livros lidos, 2,43 foram lidos por inteiro e 2,53 não foram terminados. O índice de 2011 era de quatro livros lidos por ano.

Para realizar a pesquisa, o Ibope entrevistou 5.012 pessoas, sendo elas alfabetizadas ou não, utilizando a mesma amostra da última pesquisa. De acordo com o Ibope, essa amostra representa 93% da população brasileira.

Um dado considerado preocupante é em relação à quantidade de pessoas que compraram livros. O estudo aponta que 30% dos entrevistados afirmaram que nunca compraram um livro.

O Ibope, no entanto, considerou apenas como leitor aquele que leu, por inteiro ou em partes, pelo menos um livro nos últimos três meses. 

Desse modo, aquele que declarou não ter lido nos últimos três meses é considerado não-leitor, mesmo que tenha lido nos últimos 12 meses.

Apesar de a quantidade de homens que declarou ter lido nos últimos três meses ter subido de 44%, em 2011, para 52%, em 2015, as mulheres continuam sendo as que mais leem no país – 59% são leitoras.

 A Bíblia foi o livro preferido dos entrevistados, aparecendo no topo da lista dos mais lidos, últimos livros lidos e livros mais marcantes.

Fontes: 

Comente este artigo.