quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Gripe, resfriado e alergias respiratórias: prevenção e tratamento com homeopatia.

O vírus da Influenza se apresenta em três tipos: A, B e C. Os vírus A e B são os mais comuns. O Rhinovírus, responsável pela maioria dos resfriados, tem, pelo menos, 115 sorotipos diferentes já identificados na natureza, o que dificulta na alopatia a produção de tratamentos específicos.

A gripe é uma doença respiratória causada normalmente pelo vírus Influenza A. Existem também os vírus B e C. A última grande epidemia foi a de gripe suína, diferente do H1N1 (totalmente humano), que contém material genético dos vírus humanos, de aves e suínos, incluindo elementos de vírus suínos da Europa e da Ásia.

A Influenza e suas complicações (principalmente as pneumonias) são as responsáveis por um volume significativo de internações hospitalares no país. Os sintomas são muito parecidos com os da gripe comum: febre alta superior a 39ºC, dor de cabeça intensa, cansaço, dores musculares e nas articulações, tosse, irritação nos olhos e via nasal e, ocasionalmente, vômitos e diarreias. Até o momento, sabe-se que a gripe suína é uma doença respiratória que teve origem em porco a partir da combinação de material genético de diferentes vírus de gripe.

Todas as manifestações de resfriado, gripes e alergias respiratórias estão ligadas ao miasma (suscetibilidade individual) do Tuberculinismo.

Portanto, as pessoas mais atingidas são aquelas que possuem, hereditariamente, mais características físicas, emocionais e mentais deste miasma, ou seja, possuem uma predisposição genética, herdada dos antepassados, ligada a doenças respiratórias repetitivas, como alergias, pneumonias, tuberculose, câncer de pulmão. Há também aquelas que não possuem herança mais preponderante de Tuberculinismo, mas que em determinado momento da vida estão lidando com situações de perda, de abandono, de não se sentir amado, querido ou desejado.

Existem, ainda, situações de quem sofreu algum tipo de abalo emocional, como perda do emprego, de dinheiro, de algo material querido etc, fazendo com que se torne mais suscetível. Tudo que diz respeito ao sistema respiratório da pessoa fica, energeticamente, vibrando neste padrão, causando o enfraquecimento do sistema imunológico (de defesa do organismo).

Existe uma dúvida se o tratamento homeopático contra gripe, resfriado e alergias é apenas preventivo ou pode ser utilizado para combater os sintomas e promover o restabelecimento da doença. Os remédios devem ser tomados da forma recomendada, pois as homeopatias não são tomadas indefinidamente. Além de preventiva, ameniza os sintomas da doença nas primeiras horas e o tempo de recuperação depende de cada pessoa.

Não são todas as farmácias homeopáticas que têm conhecimento dos remédios, mas costumamos fazer a distribuição de uma circular nas farmácias com a orientação de tratamento (www.homeopatias.com). Não há necessidade de prescrição médica, basta a indicação do homeopata ou a pessoa ter o conhecimento dos remédios certos e saber como usá-los.

A pessoa pode se tornar imune aos vírus se utilizando de medicamentos homeopáticos, pois a homeopatia é preventiva, ou seja, se o organismo estiver fortalecido, não contrairá outros tipos de doenças. Quem estiver em tratamento homeopático ou que mantém um regime de vida mais equilibrado - sem vícios, boa alimentação, dorme satisfatoriamente, cuida do seu estado emocional - está com o seu sistema mais fortalecido. As mesmas homeopatias que prevenirão gripes, resfriados e alergias poderão ser também utilizadas para prevenir manifestações do Tuberculinismo.


Comente este artigo

Um comentário:

  1. Engraçado é que neste momento estou com gripe kkkk
    Visitem meu blog, faço resenhas: http://rsenhando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir