quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

A infância é curta e a maturidade eterna

Meu primeiro parágrafo é criteriosamente um pequeno aviso: no caso de você ser a favor da liberação da maconha ali no Uruguai ou por aí a fora, nem precisa seguir viagem pelas próximas linhas. Justamente por respeitar seu ponto de vista, sua liberdade de escolha, seu raciocínio de pensamento, avisei de antemão. 

Nossos laços de amizade continuarão atados do mesmo jeito, óbvio, ainda que por caminhos opostos. Entretanto é impossível achar graça nessa história toda. (Graça na desgraça alheia?!?)
Chama-se Bill Watterson, jornalista, desenhista norte-americano, também cientista político, criador de Calvin e Hobbes ou Calvin e o Tigre Haroldo, personagens mais que maravilhosos do mundo dos quadrinhos, o dono da frase: “A infância é curta e a maturidade eterna” que identifica o título da nossa conversa de hoje.

 (Já escrevi num texto anterior intitulado “Faz de Conta”, mas não custa anexar, porque informação nunca é demais: (...) “segundo consta, a fonte original de inspiração tenha sido João Calvino (1509-1564), reformador religioso e teólogo cristão francês do século 16 e que possuía uma visão bastante amarga da humanidade e Thomas Hobbes (1588-1679), filósofo e matemático britânico, que talvez você não saiba mas é o autor da famosa frase: “O homem é o lobo do homem”, o que nos leva a concluir que o sujeito também não tinha lá uma visão muito esperançosa das coisas... Calvin and Hobbes é uma obra prima incomparável de um grande gênio das tirinhas!”

Serei breve no discurso de combate às drogas. Serei breve na argumentação, na exposição de detalhes, não há a mínima necessidade de escancarar mais do mesmo. Pesquise no Jornal ou Portal da sua preferência. Digite uma dessas palavras: maconha, cocaína, heroína, crack, ecstasy, depressão, suicídio, violência, roubo, mortes, tragédias familiares, dependência, desagregação, cruzando os dados estatísticos para confirmar que o resultado de qualquer uma delas conjugados é igual à desgraça e infelicidade.

Consulte seu médico, sua professora, o padre ou pastor da sua igreja, seu melhor amigo, (que aliás, se um dia lhe oferecer qualquer tipo de substância ilícita, descarte-o imediatamente para categoria de Joker/Coringa porque com certeza não merece ser considerado seu melhor amigo), consulte seu horóscopo, búzios, tarô, as runas. (Conhecimento, pesquisas e leituras nunca é demasiado.) 

Por fim consulte sua consciência e tente achar o lugarzinho onde está escrito que droga é bacana, faz bem, é recomendável. Desista de achar porque não há! A regularização da maconha, essa ideia estapafúrdia (repleta de interesses escuros), somente fortalecerá o narcotráfico e contribuirá sem dó nem piedade para agravar o caos na saúde pública.

 Conte os dias nas pontas dos dedos em que nosso vizinho Uruguai, esse país paradisíaco para os turistas, iniciará seu processo de decadência.

Se acha que estou sendo inflexível no meu ponto de vista, assista pelo menos a uma das palestras do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), criado em 1989 pelo departamento de Polícia de Los Angeles/USA, DARE – Drug Abuse Resistance Education, hoje efetivado em mais de 50 países e no Brasil iniciado em 1992, através da Polícia Militar do Rio de Janeiro. (Digite Proerd no Dr. Google e surgirá na sua frente um milhão de informações.)

“A infância é curta e a maturidade eterna.” (Bill Watterson é um gênio.) Seu tempo valioso. Sua vida preciosa. Não feche os olhos. Não permita que nenhum tipo de droga entre na sua história, proteja aqueles a quem você ama. Assim como os ultra fofíssimos Calvin e Hobbes na sua inseparável demonstração de amizade insubstituível, felicidade é incompatível com sombras e escuridão. 

Não se iluda, drogas é o fim!


Comente este artigo.


Um comentário:

  1. Olá, acabo de visitar seu blog e segui-lo. Lhe desejo foco, sucesso e força. Que conquiste muitas realizações através do mesmo. E também convido você e seus/suas leitores/leitoras a conhecer o meu blog: toobege.blogspot.com.br . Beijinhos e espero você lá também *0*

    ResponderExcluir