segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Educação na infância, a importância de brincar


A educação infantil influencia toda a vida de uma criança, por isso a importância de ser bem aplicada e com excelência, educação infantil, pais e filhos estão juntos. E as brincadeiras das crianças deveriam ser consideradas atividade mais séria. E se queremos entender nossos filhos, precisamos entender suas brincadeiras. Está comprovado que a criança que não tem oportunidade de brincar e com quem os pais raramente brincam sofre bloqueios e rupturas em seus processos mentais.
O desenvolvimento da criança se dá em meio ao seu dia-a-dia, educação infantil é um investimento importante na vida da criança. As brincadeiras inseridas como atividades para os alunos da educação infantil trazem excelentes resultados, o importante papel que os jogos, as brincadeiras e os brinquedos exercem no desenvolvimento da criança. E junto nesse processo o educador precisa estar ciente da importância de brincar.
Brincar é essencial para a saúde física e mental das crianças, brincar faz parte do processo de formação educativa do ser humano, brincar é fundamental para a vida comunitária e familiar, a criança precisa de tempo para brincar. As necessidades da criança devem ter prioridade. A aplicação de jogos, brincadeiras e brinquedos pode ser um meio para estimular as potencialidades das crianças envolvidas. O brincar é bom, gostoso e dá felicidade, e ser feliz faz ser bondoso e amar o próximo. E ao brincar a criança aprende se desenvolvendo espontaneamente, sem pressão ou medo de errar, mas, com prazer, aprende normas de estar em grupo, desenvolve a socialização e faz amigos.
Prepara-se para o futuro e desenvolve suas potencialidades. A educação infantil precisa ter a brincadeira aplicada. E o método de brincar deve ser aplicado em casa como complemento do trabalho realizado na educação infantil. Portanto, é muito importante os pais brincarem com seus filhos, mesmo que não sejam mais bebês. Não digo preencher todo o tempo da criança com atividades, e sim utilizar o tempo de lazer. Mesmo para quem tem pouco tempo, é possível realizar essas atividades com qualidade. Quinze minutos bem aplicados surtem excelentes resultados. Nunca diga para seu filho: “não me incomode” ou “me deixe”.
Brincando com seu filho você terá a chance de conhecê-lo melhor, de perceber seus sentimentos, pensamentos, desejos e temores. E ao brincar os pais devem se deixar levar pela criatividade dos filhos e pela imaginação, compartilhando sempre. Os resultados aparecerão com mais intensidade. A criança que brinca com os pais é criança feliz e realizada por completo. Todas essas atividades têm regras e limites, e a criança aprende a respeitar o seu tempo e o tempo do amigo com quem brinca.

“Pais que se aproximam de seus filhos os terão como amigos”.

por Profª Jaqueline Leandra.

Comente aqui ou no dihitt.

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Olá William!Parabéns pela postagem, pois a maior especialidade da criança é o brincar e como diz João Batista Freire," é uma pena que esse enorme conhecimento não seja aproveitado..."
    Compete a nós adultos compreendermos a criança e não o contrário.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Como pedagoga eu só posso dar nota 100000 para esse texto.Claro que concordo plenamente com tudo q está escrito.
    bjus

    ResponderExcluir
  4. A criança é pura, inocente e feliz na sua essencia.
    Tudo terá o seu momento ... todo conhecimento será dado e captado no tempo certo e pode ter certeza que uma família que brinca unida, evoluirá unida

    ResponderExcluir
  5. muito boa essa reportagem. tem muita gente que precisava ler esse artigo. abraço!

    ResponderExcluir